Minha aposentadoria foi negada, como proceder?

Minha aposentadoria foi negada, como proceder?

O pedido de aposentadoria negado pelo INSS é muito comum no cotidiano do país. Isso porque a análise da lei e da documentação é bem restrita e, com isso, por muitas vezes acaba sendo indeferido o benefício.

Assim, muitos ficam em dúvida de como agir nessa situação: se fazem pedido de revisão, se desistem ou se entram na justiça. 

O pedido do benefício judicial é a melhor saída para quem teve o pedido negado, pois os tribunais brasileiros possuem entendimento sobre a presença dos requisitos. Leva-se em conta muitos aspectos que na esfera administrativa passam despercebidos.

Minha aposentadoria foi negada, o que fazer, então?

Conforme mencionada anteriormente, a análise do INSS é rígida e, por isso, muitos benefícios são negados em razão de suposta incompatibilidade com os requisitos legais exigidos para a concessão.

Contudo, o INSS também comete equívocos. Por isso, é bom ter em mente que a saída não é aceitar a decisão de indeferimento e obter uma solução por outros meios.

O pedido do benefício judicial é a melhor saída para quem teve o pedido negado, pois os tribunais brasileiros possuem entendimento sobre a presença dos requisitos. Leva-se em conta muitos aspectos que na esfera administrativa passam despercebidos.

No entanto, para saber se esta é a melhor solução, é de extrema importância que um profissional analise a documentação e a decisão do INSS, objetivando a concessão da aposentadoria de forma rápida e eficaz.

Dois exemplos comuns de concessão pela via judicial são: aposentadoria rural e especial. Estas possuem um rol específico de documentos, os quais são difíceis ou impossíveis de se obter. São casos típicos de êxito em uma demanda ajuizada perante o judiciário.

Ainda tem dúvidas sobre este tema? Deixe o seu comentário neste post ou converse com os nossos especialistas pelo Whatsapp (clicando aqui), será um prazer orientá-lo!

Tags:
Sem Comentarios

Postar Comentario

× Posso ajudar?