Planejamento previdenciário confira o que é e para que serve

Planejamento previdenciário confira o que é e para que serve

Você aspira se aposentar, mas não tem certeza de como se organizar para poder manter a estabilidade financeira quando chegar a hora do tão esperado descanso? A melhor maneira de realizar isso é planejar sua aposentadoria.

Na prática, isto implica uma revisão de todo o histórico de trabalho do trabalhador, levando em conta fatores como idade, tempo de serviço, tempo e valor das contribuições ao sistema de previdência social, tipo de atividade exercida, características dos vários sistemas de previdência social, e legislação aplicável.

O objetivo é determinar os resultados existentes e compreender como orientar positivamente as ações das pessoas que desejam ter as maiores condições de aposentadoria possíveis, mesmo que ainda haja um longo caminho a percorrer antes que este momento tão esperado chegue.

Use as informações deste artigo para ter uma melhor compreensão de como cada trabalhador, seja do setor privado ou público, autônomo ou empresário, pode maximizar suas contribuições e movimentos de carreira para garantir uma aposentadoria confortável.

É importante lembrar que “o tempo voa”, e que reconhecer esta realidade e transformá-la em um plano é a abordagem mais inteligente para olhar para o futuro sem medo, com possibilidades brilhantes e muito entusiasmo. A seguir, se aprofunde em cada detalhe sobre o planejamento previdenciário

O que é planejamento previdenciário?

O planejamento de previdência é um estudo de seu histórico de previdência social conduzido por um advogado especializado em Direito da Previdência Social que o ajuda a determinar o momento ideal para se aposentar e que ações você deve tomar para obter o máximo benefício potencial.

As seguintes partes de seu histórico de previdência social serão examinadas durante esta investigação:

  • Seus vínculos contributivos (empregos/profissões); 
  • As datas desses vínculos para o cálculo do tempo de contribuição e período de carência;
  • O valor de todos os seus rendimentos e contribuições para o cálculo de possíveis benefícios; 
  • Divergências ou inconsistências no extrato do CNIS; 
  • Possíveis atividades especiais.

Na conclusão do estudo, o planejamento previdenciário é transformado em um parecer jurídico na forma de um relatório com projeções, cenários e simulações de aposentadoria que ajudam o contribuinte a compreender seus direitos e a tomar a melhor decisão possível em relação a este significativo evento da vida.

Ao contrário da crença popular, o valor e o momento da aposentadoria não são decisões “aleatórias”. Seus direitos de aposentadoria, por outro lado, são o produto de seu histórico pessoal de aposentadoria.

Em outras palavras, o valor e o momento de sua aposentadoria são determinados por seus rendimentos vitalícios e contribuições à previdência social.

Como resultado, se você quiser se aposentar mais cedo ou com uma quantia maior, você deve elaborar a abordagem ideal o mais rápido possível. O planejamento da aposentadoria é a abordagem mais eficaz para determinar suas próximas ações em prol de uma aposentadoria bem-sucedida.

Para que serve o planejamento previdenciário?

Você deve estar se perguntando o que é planejamento previdenciário dito de outra forma, qual é o objetivo do planejamento da aposentadoria?

Em resumo, geralmente observamos que o planejamento da aposentadoria garante paz e segurança para os indivíduos que desejam desfrutar de uma aposentadoria confortável.

A compreensão de seus direitos à aposentadoria tornou-se um empreendimento muito difícil nestes dias de reforma previdenciária. Como resultado, a preparação para a aposentadoria parece ser o método mais eficaz para lidar com os desafios proporcionados pelos regulamentos da previdência social.

Entretanto, este é apenas o uso mais “universal” do planejamento da aposentadoria. Em um sentido mais prático, o planejamento da aposentadoria auxilia o contribuinte: 

  • Compreender seus direitos previdenciários; 
  • Verificar quaisquer questões pendentes em seu CNIS que precisem ser corrigidas; 
  • Organizar a documentação necessária para que nenhum período de contribuição seja ignorado pelo INSS; 
  • Evitar atrasos na aposentadoria;
  • Determinar o melhor momento para apresentar seu pedido de aposentadoria.

Quem deve ter um planejamento previdenciário?

É fundamental para os contribuintes que estão prestes a se aposentar ou já se inscreveram para a aposentadoria realizar um planejamento previdenciário, que é consideravelmente mais fácil e mais preciso se a aposentadoria ainda estiver muito longe.

Como resultado, será viável determinar o caminho a ser seguido em termos de quantidade e frequência de contribuição para se obter o benefício desejado.

Para os membros do RGPS (Regime Geral de Previdência Social) que estão próximos da aposentadoria, o plano fará os ajustes necessários, considerando qual opção é a mais atrativa para o contribuinte.

Além disso, melhora a adequação do pedido e a assertividade na obtenção da vantagem.

Aqueles que já apresentaram anteriormente um pedido ao INSS devem se preparar com antecedência para garantir que os processos sejam adequados e dentro das capacidades do contribuinte.

Finalmente, mesmo as pessoas que já estão aposentadas podem se beneficiar do planejamento da aposentadoria.

É possível determinar se o benefício concedido é o mais favorável ao contribuinte, avaliando adequadamente todos os documentos, perfil e direitos.

Em razão de tudo que foi visto, ficou com alguma dúvida sobre este conteúdo?

 

Sem Comentarios

Postar Comentario

Telegram

Siga a Diniz Advocacia no telegram

Entrar no canal
Fechar
× Posso ajudar?